EFEITO AGUDO DO EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBIO SOBRE A PRESSÃO ARTERIAL DE HIPERTENSOS CONTROLADOS SUBMETIDOS A DIFERENTES VOLUMES DE TREINAMENTO

Autores

  • Fabiana Pereira Vecchio Rebelo
  • Magnus Benetti
  • Leila de Souza Lemos
  • Tales de Carvalho

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.v.6n2p28-38

Palavras-chave:

Exercício físico, Efeito agudo do exercício físico, Hipertensão arterial.

Resumo

0 presente estudo teve como objetivo analisar o efeito agudo de duas sessões de exercício físico aeróbio de diferentes volumes, na magnitu­de da eventual queda pressórica observada no período pós-exercício em indivíduos hipertensos controlados, de ambos os sexos, com idade entre 35 e 65 anos, praticantes de exercícios físicos regulares. Bus­cou-se verificar se há hipotensão aguda causada pelo exercício físico em indivíduos hipertensos controlados e se a duração da sessão de exercício físico poderia influenciar na magnitude desta hipotensão. Os sujeitos (n=23) foram submetidos a uma sessão controle e duas ses­sões experimentais de exercício físico dinâmico em cicloergômetro com 25 e 45 minutos de duração, a 75% da freqüência cardíaca máxima. Os valores de pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD) e freqüência cardíaca (FC) foram medidos no período pré-exer- cício (após 15 minutos de repouso) e no período pós-exercício (Io, 5o, 10°, 20° e 30° minuto de recuperação) tanto nas duas sessões experi­mentais, como na sessão controle. Os resultados obtidos convergem para uma diminuição nos níveis de pressão arterial no período de re­cuperação nas sessões experimentais, quando comparados às ses­sões controle sem exercícios físicos. Além disso, observou-se também que a magnitude da queda pressórica provocada pelo exercício é influ­enciada pela sua duração, isto é, o exercício físico com duração de 45 minutos proporcionou queda mais acentuada da PAS e PAD que na sessão de 25 minutos, quando comparados à sessão controle. Em re­lação à comparação entre as duas sessões experimentais, observou- se queda significativa (p<0,05) da PAS no Io minuto de recuperação, enquanto que a PAD não apresentou diferença significativa (p<0,05) em nenhum momento da recuperação. A magnitude e duração do efei­to hipotensor do exercício físico parecem ser maiores após uma ses­são de maior volume quando comparados a uma sessão de menor volume, verificando-se assim a influência da duração do exercício na hipotensão pós-exercício.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-15

Como Citar

1.
Rebelo FPV, Benetti M, Lemos L de S, de Carvalho T. EFEITO AGUDO DO EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBIO SOBRE A PRESSÃO ARTERIAL DE HIPERTENSOS CONTROLADOS SUBMETIDOS A DIFERENTES VOLUMES DE TREINAMENTO. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 15º de outubro de 2012 [citado 8º de dezembro de 2021];6(2):28-3. Disponível em: https://www.rbafs.org.br/RBAFS/article/view/934

Edição

Seção

Artigos Originais